22.8 C
Campo Grande
terça-feira, agosto 16, 2022
InícioCulturaGrupo Cantores de Deus comemora seus 25 anos com pocket show e...

Grupo Cantores de Deus comemora seus 25 anos com pocket show e lançamento de clipe “reconfortante”

Grupo idealizado pelo Padre Zezinho já gravou 9 CDs, um EP e um DVD ao vivo e, depois de várias formações, segue como exemplo de fé, amor e esperança

Na noite do dia 30 de junho, o estúdio da gravadora Paulinas-COMEP, referência no mundo musical, principalmente na música católica, foi preparado para um show intimista. Amigos, familiares e fãs do grupo Cantores de Deus reuniram-se para celebrar a vida e a obra de Karla Fioravante, Dalva Tenório e Andréia Zanardi, comemorando os 25 anos de criação do grupo. Por quase duas horas, elas interpretaram músicas de várias fases do grupo, com o acompanhamento luxuoso do maestro Luiz Antonio Karam, ao piano.

Antes do show, porém, as irmãs Eliane de Prá, diretora da gravadora Paulinas-COMEP, e Verônica Firmino, produtora, falaram sobre a importância daquele momento. “É muito importante celebrarmos esses 25 anos do grupo neste espaço significativo (estúdio COMEP), onde vivemos alegrias, conquistas e encontros, mas também, como tudo na vida, vivemos tristezas, dores e lágrimas, como a experiência da pandemia, por exemplo, que nos fez atrasar projetos e afastou pessoas”, disse a irmã Eliane. O último álbum do grupo Cantores de Deus é de 2019, antes da pandemia, o que impediu várias ações de divulgação em função das restrições por causa da Covid-19.

A irmã Verônica Firmino, por sua vez, lembrou que este álbum, “De fé em fé”, pareceu nos preparar para a pandemia que viria. “Graças a Deus, estamos aqui para contar uma nova história, retornar o caminho de fé em fé”, disse a irmã Verônica.

As Cantores de Deus com a produtora da Gravadora Paulinas-COMEP, Verônica Firmino, e a diretora da Gravadora, Eliane de Prá.

Antes do início da apresentação, Dalva Tenório, uma das integrantes do grupo desde a formação original, há 25 anos, agradeceu a presença de todos e disse que elas estavam “muito gratas a Deus por aquele momento, cercadas de amigos verdadeiros na simplicidade na qual Deus se manifesta”. Dalva foi diagnosticada com Covid-19 uma semana antes, fazendo com que o evento fosse adiado.

Em sua fala antes do início da apresentação, Karla Fioravante, outra componente do grupo desde a sua formação original, falou sobre uma questão recorrente: por que o grupo mantém o nome de “Cantores de Deus”, se hoje é formado só por mulheres? O grupo já teve homens (Luan, da dupla Luan e Vanessa, e Robson Júnior, falecido). “Pode ser que tenhamos outro componente masculino, mas não é só cantar bem, mas ter carisma. Já apareceram outros cantores, mas, se encaixavam de um lado, de outro não. Se aparecer, seguirá conosco. Mas Deus que sabe. A gente não sabe nada. Primeiro a gente agradece, depois clama”, disse Karla.

Depois disso, as três mulheres desfilaram uma trilha de sucessos que emocionou os presentes, com músicas que, além de trazer a fé como tema principal, tocam em questões importantes, como a miséria, a depressão, o suicídio, as drogas e a violência contra a mulher.

Em um dado momento do show, a “caçula” do grupo, Andréia Zanardi, que integra os Cantores de Deus há 18 anos, homenageou com flores as parceiras Karla e Dalva. Assim terminou a noite de celebração dos 25 anos do grupo Cantores de Deus, deixando a certeza de que, apesar do nome masculino, o que faz o sucesso deste projeto musical é a essência de três mulheres de fé, talentosas e com um caminho de evangelização pela música de, pelo menos, mais 25 anos.

Ao final da apresentação, todos os presentes puderam assistir ao novo clipe do grupo Cantores de Deus, “Ao coração cansado”, que fala sobre ter fé em momentos difíceis e que, mesmo tendo sido pensado antes da pandemia, parece ter sido feito exatamente para o momento em que vivemos, quando muitos parecem ter perdido a esperança. Assista ao clipe clicando no link:

A história do grupo Cantores de Deus

São mais de 20 anos de história, 9 CDs e 1 EP gravados, 1 DVD ao vivo, várias participações em CDs e DVDs de amigos da música católica e centenas de viagens por todo o Brasil e pelo exterior!

O grupo Cantores de Deus nasceu em 1997, do coração do Pe. Zezinho, scj, que desejava ser acompanhado em seus shows, viagens e missões por cantores comprometidos com a fé católica. Inicialmente, era formado por Luan, Vanessa, Suely Ferreira, Dalva Tenório e Karla Fioravante. Com essa formação, gravou os CDs “Em verso e em canção” (1997), “En verso y en Canción” (1998), “Iguais” (2000) e “De olho no mundo” (2002). No ano de 2003, Luan e Vanessa mudaram-se para os EUA, deixando de fazer parte da missão. No mesmo ano, os Cantores de Deus acolheram Robson Jr e, em 2004, com a saída de Suely, veio somar Andréia Zanardi. Com a nova formação, gravaram o CD “Nas ruas do país” (2004).

Durante o período de 2000 a 2002, o grupo apresentou o programa de TV “Palavras que não passam”, transmitido pela Rede Vida de Televisão, juntamente com o Pe. Zezinho, scj. Pouco tempo depois, ganhou seu próprio programa, o “Universo em Canção”, também exibido pela Rede Vida, até o ano de 2004.

Com o lançamento do CD “Nas ruas do país”, na nova formação, agora com Karla Fioravante, Dalva Tenório, Andréia Zanardi e Robson Jr, recebe de sua gravadora, Paulinas-COMEP, o disco de ouro duplo, pela vendagem dos CDs: “Em verso e em canção” e “Iguais”. Em dezembro de 2006, Robson Jr. vem a falecer, e então, mesmo com tantas mudanças, o grupo Cantores de Deus decide continuar. Em 2007, em comemoração aos 10 anos de evangelização, é lançado o CD “Nossa história”, que conta com a participação dos ex-integrantes e regravações de músicas desde o primeiro CD, com uma nova roupagem.

Também em 2007, participa da visita do Papa Bento XVI ao Brasil, bem como da missa de canonização de Frei Galvão. Em 2011, tem a honra de participar da JMJ em Madrid, com o Papa Bento XVI, e em 2013, no Rio de Janeiro, com o Papa Francisco.

Em agosto de 2009, lança o CD “Mulheres”, o sétimo da carreira, retratando a nova fase do grupo, com as três integrantes: Karla, Dalva e Andréia. Já em dezembro de 2011, é lançado o DVD “Mulheres ao vivo”, que firma esta nova identidade, e, no início de 2012, o CD “Mulheres ao vivo”. O DVD “Mulheres” tem uma seleção de músicas que marcaram os 15 anos de história de evangelização, além de duas canções inéditas.

Participaram desse momento os amigos da música católica: Pe. Zezinho, scj, Ziza Fernandes, Suely Façanha, Walmir Alencar e Eliana Ribeiro, além de Oswaldinho do Acordeon.

Além de três prêmios como melhor grupo vocal católico no Troféu Louvemos o Senhor, realizado pela TV Século 21, em 2012, o grupo Cantores de Deus recebe o troféu como melhor DVD de 2011 e também a indicação ao Grammy Latino como melhor álbum cristão, com o CD “Mulheres ao vivo”.

Com uma história sólida na música católica, em 2015, lança o CD inédito intitulado “Mulheres em foco, força e fé”, que traduz em canções a força e beleza da mulher que tem fé e que, apesar das dificuldades, se sustenta no amor de Deus. No ano de 2019, Andréia Zanardi, Karla Fioravante e Dalva Tenório lançam o EP “Mulheres de fé em fé”, com canções que fazem pensar no sentido da vida, em amar e sentir-se amado, em acalentar as dores de quem se ama. Não são uma “receita milagrosa”, mas querem ser um alento para as feridas do coração.

O grupo Cantores de Deus continua fazendo história e firme no desejo de transformar corações pela música que evangeliza. Que essa canção de fé, de amor e de esperança alcance a cada dia mais vidas! (Texto: Marco ASA / Fonte: cantoresdedeus.com.br/ Fotos: Juliene Barros)

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular